31
Janeir

Reposição de estoque: saiba como fazer uma gestão eficiente

Imagine a seguinte situação: a compra para um cliente já foi efetuada, mas, no momento da entrega, você percebe que não possui o produto no estoque. Esse é um erro grave que não pode acontecer! Para evitar cenários catastróficos como esse, é preciso implantar um sistema eficiente de reposição de estoque. Não sabe o que é isso? Leia este artigo da Simaq e conheça tudo sobre essa operação.

O que é a reposição de estoque

o que é reposição de estoque

O controle de estoque é essencial para garantir que a empresa tenha condições de atender às demandas de vendas. Isso inclui, principalmente, a devida manutenção da quantidade de mercadorias necessárias para abastecer o depósito, para que não haja produtos em falta ou em excesso. Nesse sentido, a reposição de estoque torna-se operação mais que fundamental dentro da gestão empresarial. Veja os dois principais modelos dessa operação:

Reposição contínua

Também conhecida como modelo de lote padrão, modelo de estoque mínimo ou modelo de ponto de reposição. A reposição de estoque contínua trata-se de uma programação de entregas com quantidades fechadas ao longo de período de tempos maiores. Ou seja, a compra é feita sempre que o nível de estoque atinge o ponto de equilíbrio. Esse modelo reduz gastos com armazenagem e necessidade de capital de giro.

Reposição periódica

Também chamado de modelo de intervalo padrão ou modelo de estoque máximo. A reposição de estoque periódica é feita de acordo com a demanda de vendas. Ou seja, os pedidos de compras são emitidos em intervalos de tempos regulares ou em datas previamente definidas.

Estoque mínimo x estoque máximo

reposição de estoque mínimo e máximo

Após conhecer os modelos de reposição de estoque, é necessário entender o fluxo de estoque para prever a demanda de produtos. A princípio, existem duas vertentes distintas: estoque máximo e estoque mínimo.

O estoque máximo define a quantidade limite de mercadoria dentro do depósito. O volume máximo deve ser respeitado durante a reposição, ou seja, não pode ser extrapolado. Dessa forma, é possível alinhar adequadamente o espaço físico do estoque de acordo com a demanda de produtos.

O estoque mínimo é suficiente para abastecer sua empresa enquanto seu fornecedor repõe aquela mercadoria a partir do seu pedido de compra. O principal objetivo é que não haja falta de mercadoria no estoque durante o período de reposição. Assim, a reposição de estoque pode ser solicitada por novos pedidos de venda ou por uma projeção de necessidade de produtos.

Dicas rápidas

  • A entrega de quantidades menores devem ser planejadas para lançamento e início da temporada;
  • quantidades maiores são para o pós-lançamento e o pico de vendas;
  • o saldo fica para o período de fim de temporada;
  • diminua a compra de produtos que têm menor saída;
  • invista em um sistema de controle de estoque para melhor desempenho.

Gostou das informações sobre reposição de estoque? Quer expandir seu conhecimento sobre estoque, logística e afins? Então, acesse o blog da Simaq e fique por dentro! Veja alguns artigos que podem ser úteis para você:

1- Ferramentas para gestão de estoque: conheça as melhores
2- Estoque de segurança: aprenda como calcular
3- Dicas para organizar o estoque
4- 5 dicas úteis para organizar o depósito de material de construção

Fechar
× Orçamento via Whatsapp