03
Abri

Ferramentas para gestão de estoque: conheça as melhores

Em Dicas

O controle de entrada e saída das mercadorias é uma das práticas mais importantes na gestão de estoque e armazenagem. O gerenciamento correto dos materiais é fator decisivo para a rentabilidade do negócio, pois age diretamente na otimização dos processos. Consequentemente, influencia no preço final dos produtos, promovendo ou não a satisfação do consumidor. Por isso, contar com as melhores ferramentas para gestão de estoque é determinante para o sucesso de uma empresa.

Pensando nisso, a Simaq preparou este artigo com os principais métodos de gerenciamento de estoque. Leia mais, a seguir, e entenda a importância de adotar as estratégias certas para aprimorar seus processos produtivos.

5 ferramentas para gestão de estoque

Curva ABC

uma das ferramentas para gestão de estoque

A curva ABC classifica os produtos da sua empresa em três categorias, de acordo com seu grau de importância. O princípio é básico: uma pequena parcela dos produtos é responsável pela maior parte do faturamento. O nível de venda e o custo de manutenção são os fatores mais utilizados para realizar a categorização. Vejamos:

  • itens A: produtos mais vendidos, que correspondem a 20% de valor;
  • itens B: produtos intermediários vendidos regularmente, que correspondem a 30% de valor após os itens de classificação A;
  • itens C: restante dos produtos que contribuem o mínimo para a lucratividade e correspondem a 50% do valor.

Essa fórmula é testada e comprovada por grandes comércios, inclusive varejistas. Entre suas vantagens, destaca-se a constante oferta de produtos mais lucrativos e custos baixos de capital de giro. Por isso, esta é uma das ferramentas para gestão de estoque mais assertivas para otimizar a taxa de rotatividade do armazém.

ERP

O ERP, ou Sistema de Gestão Empresarial, é uma ferramenta que possibilita otimizar o fluxo de informações e integrar todos os setores. Por meio de um software específico, é criado um banco de dados centralizado que permite ao gestor identificar a melhor relação entre oferta e procura. As informações mais importantes são referentes a histórico de vendas, armazenamento de matéria-prima, produtos em fase de finalização, etc.

Este sistema de gestão automatizado auxilia na organização de um fluxo informativo mais ágil. Inclusive, é ideal para promover eficiência aos processos operacionais e administrativos. O gestor é capaz de realizar análises de desempenho de cada item vendido, aumentando ou diminuindo sua produção. A redução de perdas e desvios de produtos é um dos grandes benefícios da utilização do ERP.

Giro de estoque

giro de estoque entre as ferramentas para gestão de estoque

O giro de estoque consiste em um parâmetro que demonstra o desempenho do estoque. Ou seja, identifica-se a quantidade de mercadorias que foram vendidas e quantas vezes o depósito foi renovado em um determinado período. O cálculo é feito de forma simples: soma-se a quantidade de itens vendidos e divide-se pela quantidade média de estoque.

É uma das ferramentas para gestão de estoque mais simples, porém uma das mais eficientes também. O gestor consegue ter maior controle de entrada e saída de mercadorias, além de saber exatamente o tempo de renovação do estoque. Esses dados exigem uma maior preparação do administrador para que o seu produto não falte. Por isso, impactam diretamente na gestão financeira.

Just-in-Time

O gerenciamento de estoque Just-in-Time (JIT) é uma técnica que consiste em reduzir ao máximo os custos de produção. Assim, é possível manter o estoque operando apenas com o menor nível possível, que seja capaz de suprir as demandas necessárias. Geralmente, as mercadorias são fabricadas sob encomenda. O objetivo é obter maior economia para, então, aumentar a lucratividade do negócio.

Quando aplicado por um gestor experiente, o Just-in-Time se transforma em uma das melhores ferramentas para gestão de estoque. A metodologia traz diversos benefícios à gestão empresarial, como redução dos custos e do desperdício e fluxo de caixa estável. Além disso, possibilita a correção dos erros de produção e diminui o número de estoques obsoletos ou desatualizados.

PEPS

PEPS entre as ferramentas para gestão de estoque

O Primeiro a Entrar é o Primeiro a Sair (PEPS) é um conceito que exprime a ideia de que os produtos antigos devem ser vendidos como prioridade. Simplificando: as mercadorias que chegaram primeiro ao estoque devem sair primeiro que àquelas que chegaram depois. Os produtos mais recentes devem ir para o final da fila ou da gôndola.

Esta é uma das ferramentas para gestão de estoque mais utilizadas no setor alimentício por permitir maior controle de qualidade. O prazo de validade é respeitado, o ciclo de vida das mercadorias é otimizado e a reposição é feita mais rápida. Empresas que adotam essa tática possuem uma rotatividade saudável e garantem a entrega de produtos novos ao consumidor. Desse modo, é muito mais fácil conquistar a completa satisfação do cliente.

Gostou da nossa lista com as melhores ferramentas para gestão de estoque? No blog da Simaq, você encontra outros artigos interessantes, como nosso passo a passo para montar uma distribuidora e planejamento de distribuição na logística. Aproveite para conhecer nossos serviços! Somos uma empresa especializada em aluguel de empilhadeira no RJ. Também oferecemos aluguel de paleteira, manutenção de empilhadeiras e peças e acessórios para as máquinas. Entre em contato conosco! Estamos te esperando.

Nos siga em