28
Març

Ferramentas de logística: 7 dicas que você precisa conhecer

Cada vez mais a otimização de processos vem crescendo na realidade de empresas do segmento logístico, sendo visto como um diferencial competitivo. Portanto, a procura por ferramentas de logística tem se tornado cada vez mais frequente.

Devido à evolução constante do mercado e sua importância para qualquer empresa, os profissionais de logística devem estar atentos a mudanças e ferramentas que são tendências na área, como as tecnológicas, que ganharam um grande espaço no setor. Além de ajudar no setor logístico, essas ferramentas oferecem outros benefícios, como coleta dos dados por meio das atividades empresariais, que auxiliam nas estratégias de negócio. Sabendo dessa importância, a Simaq listou 7 ferramentas que você precisa conhecer a fim de incrementar o seu negócio de logística. Confira!

Quais ferramentas de logística utilizar?

ERP – Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais)

É um software de logística que possibilita integrar todos os setores, otimizando o fluxo de informações por meio do controle e avaliação dos recursos da empresa, se tornando uma das ferramentas de gestão de operações diárias indispensável.

As atividades do setor administrativo, assim como as do operacional, podem ser controladas pelo ERP, a partir de um banco de dados centralizado, permitindo que o gestor cruze-os e crie indicadores para a definição da melhor possibilidade entre oferta e procura. Deste modo, é gerado mais agilidade e eficiência aos processos controlados pelo ERP, mantendo o estoque equilibrado, com a exata quantidade de itens necessários para suprir a demanda. Desta forma, o gestor ainda poderá efetuar análises contínuas sobre o fluxo da movimentação de mercadorias, histórico de vendas, prazos de entrega dos fornecedores, sazonalidade e afins. Entre outras vantagens estão boletos de cobrança, emissão de nota fiscal eletrônica, identificação de falhas de informação e controle de custos.

Além de ser uma das ferramentas de logística, agrega o financeiro, materiais e controladoria do mesmo modo, oferecendo integração aos módulos de WMS e TMS e, na maioria das vezes, pode ser adquirido em módulos, possibilitando às empresas fabricantes, principalmente as de controle de estoque, desenvolverem os próprios.

WMS – Warehouse Management (Sistema de Administração de Armazém)

Este software de logística realiza a administração de armazém com base no banco de dados que a empresa alimenta, controlando todo tipo de informação de estoque importante para a empresa.
É uma das ferramentas de logística paralela a movimentações internas do armazém, registrando exatamente o momento das ações. Todavia, para que o software tenha plena realização, são necessários alguns itens, como: aparelhos com sensores, códigos de barras e afins.

Tal software ajuda a equipe logística no controle completo do armazém, facilitando a localização de mercadorias, tornando-a exata. Dessa forma, o tempo gasto em movimentações é reduzido, tal como os erros de expedição, o que influencia muito na velocidade e na produtividade no processo de preparação dos pedidos.

O WMS descarta a possibilidade de produtos perdidos, trocados ou fora da validade. Ele realiza o endereçamento de itens, realiza o processo de picking (separação) e, até mesmo, o inventário de materiais. Além disso, realiza, a análise de necessidade de compra do armazém, análise de pedidos recebidos, informações exatas sobre itens e giro de estoque/produtos, compilando dados específicos, como por exemplo, o tempo que o produto permaneceu nas prateleiras.

Cross-Docking

Nesse sistema, as mercadorias recebidas são diretamente encaminhadas para a expedição, como em uma operação do fluxo de saída. Isso significa que o produto não segue o sistema tradicional, em que é estocado até ser transferido entre lojas ou ser colocado para venda, mas sim é preparado para o carregamento e distribuição ou expedição para ser entregue ao cliente o mais rápido possível, acelerando o fluxo dos produtos e reduzindo os custos atribuídos à condensação de cargas. Portanto, esta é uma ferramenta de roteamento das mercadorias que apura o gerenciamento de estoque efetivamente.

KANBAN

ferramentas de logística para você conhecer

Também conhecido como método de gestão visual, essa técnica tem como base o Just in Time e foi criado pela indústria automobilística Toyota na década de 1950. Tal sistema tem como base referências visuais atreladas aos produtos, lugares frequentes e afins. Nele são utilizados cartões post-its, em sua maioria, com diversas cores e tamanhos para descrever as tarefas que precisam ser feitas e ajudar na definição delas, como por exemplo, as que estão em andamento, as que já que foram concluídas e as que faltam fazer.

O Kanban é uma metodologia de programação de compras, produção e controle de estoques eficiente e barata. Além disso, oferece uma entrega antecipada dos produtos aos clientes, devido à disponibilidade dos materiais de produção.

A redução do estoque morto, ou seja, não utilizado de imediato, também está entre suas vantagens, assim como evitar movimento nas operações, produção de produtos defeituoso, desperdícios de transporte, superprodução e material ocioso.

SRM – Supplier Relationship Management (Gestão de Relacionamento com Fornecedores)

Essa ferramenta é uma estratégia de otimização para o relacionamento da empresa com seus fornecedores, tornando-a essencial para o controle de estoque. O SRM utiliza-se de
práticas empresariais e recursos tecnológicos na integração do fluxo informacional de gestão da cadeia de suprimentos. A empresa deve usar softwares para a geração de um quadro comum de referência, que possibilita uma comunicação eficiente com os fornecedores. Isso significa que uma vez que a empresa realiza SRM, ela utiliza softwares que oferecem referências comuns, permitindo uma comunicação eficiente com seus fornecedores.

Essa ferramenta torna os processos de aquisição dos bens e dos serviços, realização de inventários e materiais de processamento mais eficazes, além de contribuir para a redução dos custos de produção e do custo do produto final e aumentar a qualidade dos resultados finais.

Por meio de critérios para escolher fornecedores, categorização de compras e monitorar as performances, o gestor pode, juntamente com o SRM, obter um parâmetro aprimorado, a fim de possuir um relacionamento bem administrado com os fornecedores.

CRM – Customer Relationship Management (Gestão de Relacionamento com Cliente)

O CRM é uma das ferramentas de logística aplicada no relacionamento com clientes, antecipando e entendendo as necessidades deles. Para a realização destas tarefas automatizadas é necessário um software. Um deles é o software CRM, que coleta e armazena dados sobre as interações entre a empresa e o consumidor.

Tais informações auxiliam na prevenção de demandas do público-alvo, de modo que a empresa se antecipe e consiga atender suas expectativas. No CRM, ainda é possível personalizar o relacionamento com o cliente, aprimorando esse contato.

Este software possui como objetivo, por exemplo, fidelizar clientes, na busca da satisfação total com o seu serviço. Quando falamos de ferramentas de logística, a satisfação do cliente deve ser essencial, pois influencia no sucesso da organização.

Condomínio ou Just-In-Sequence

É um sistema de fornecimento em que os fornecedores estão instalados nas imediações das empresas, o chamado condomínio industrial, realizando o abastecimento delas diretamente na linha de produção, ocorrendo em sequência pré-definida e em tempos que são determinados pelo cliente.

Para adotar tal sistema, é necessário que a empresa prepare-se tecnologicamente, pois tanto a dinâmica dos estoques, quanto a entrega programada é muito intensa. Primeiramente, ocorre a troca de informações eletrônicas on line, por meio de sistemas de Electronic Data Interchange, ou EDI, em que os protocolos dos pedidos virtualmente.

Entre suas vantagens está a entrega do material na hora e sequência certas, redução do valor de estoque do cliente, programação da demanda de acordo com a estimação do cliente e outras. Este sistema é vantajoso, principalmente, para componentes de alto custo logístico.

E então, gostou das dicas da SIMAQ sobre ferramentas de logística? Em nosso blog você encontra os mais diversos conteúdos sobre gestão de estoque. Somos uma empresa com muitos anos de experiência oferecendo produtos de qualidade para ajudar na otimização do espaço. Entre em contato conosco e peça seu orçamento para aluguel de paleteira e aluguel de empilhadeiras no RJ. Aguardamos por você.

Links úteis:
manutenção de empilhadeiras
aluguel de empilhadeira rj
aluguel de paleteira rj

Nos siga em